Feeds:
Artigos
Comentários

O blogue dos 125 anos da Brotero, disponível até à data em https://esab125.wordpress.com/, passa a estar acessível a partir do endereço http://blog.brotero.com/.

Anúncios

Perspectivas da Brotero

Miniatura de uma mesa em madeira.

Trabalho realizado por um aluno na oficina de carpintaria – marcenaria da Escola Técnica de Avelar Brotero.

Perspectivas da Brotero

No âmbito do POPH, uma equipa da DUVÌDEO esteve na nossa Escola a recolher imagens para o programa INICIATIVA do canal 2 da RTP. Além do nosso Director José Armando Saraiva, foram entrevistados, nas Oficinas de Frio, os nossos ex-alunos do curso de Refrigeração e Climatização, 2006/2009, Ivo Jerónimo e João Caracitas, já certificados como TIM3 pela ADENE. Estes alunos deram o seu testemunho sobre os seus percursos académicos na BROTERO até à actualidade. Eles terminaram a sua formação em Setembro de 2009 e são, actualmente quadros da empresa Electroclima, sediada na Adémia, cujo gerente Sr. José Mota, também foi entrevistado. As imagens foram para o ar no dia 25 de Fevereiro, às 19.00H e 1.00H, com repetição no dia 28 domingo às 14.00H. As imagens poderão ainda ser visionadas a partir do sítio da Escola.

Charles Lepierre

Primeiro professor de química da Escola Industrial de Brotero

Nasceu em Paris em 1867 e obteve o título de engenheiro químico pela «École de Physique et de Chimie Industrielles», em 1887.

Por sugestão de Roberto Duarte da Silva, seu professor em Paris, foi contratado, pelo governo português, como chefe de trabalhos de química da Escola Politécnica e como preparador do Instituto Industrial de Lisboa, chegando a Portugal em 1888.

Em 1889 vem para Coimbra onde, exerce a função de professor de química na Escola Industrial de Brotero.

A partir de 1891, começa a trabalhar no laboratório de Microbiologia da Universidade de Coimbra onde permanece até Agosto de 1911, data em que vai para Lisboa como professor do Instituto Superior Técnico.

Em 1919 foi nomeado professor do Instituto de Hidrologia, do qual foi presidente a partir de Julho de 1933.

Foi nomeado director do Laboratório do Instituto Português de Conservas de Peixe em 1935 cargo que conservou mesmo além do jubileu (Novembro de 1937) até à sua morte (17 de Dezembro de 1945).

http://dequim.ist.utl.pt/o_deq/historia.htm